Marketing

Comercial da Devassa com “primeira vez” é absolvido no Conar

conar

………A campanha “Tenha sua primeira vez com Devassa” foi ao ar no dia 14/01/2013 para anteceder o mês do carnaval, além da TV outras mídias também foram utilizadas como: anúncios impressos, ações online, material de ponto de venda, merchandising e spots para rádio. A protagonista do comercial foi atriz Alinne Moraes. O enredo da campanha conta a história do personagem “Deco Silva” que posta em sua rede social que terá sua primeira vez. Nos instantes finais, a Alinne Moraes aparece e declara: “A Devassa te pega pelo colarinho, te seduz pelo aroma e te dá água na boca”.

………Após sete dias com a campanha no ar o CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) recebeu denuncias questionando a “associação da cerveja à iniciação sexual” e proibiu à veiculação do comercial. Mas nessa semana, mais precisamente no dia 16/03/2013 o CONAR negou o pedido de suspensão e autorizou o comercial na TV e na internet.

………Para quem está no mercado publicitário o nome CONAR não é estranho, no site do órgão regulamentador  há uma descrição:  “nasceu de uma ameaça ao setor: no final dos anos 70, o governo federal pensava em sancionar uma lei criando uma espécie de censura prévia à propaganda” e  diante disso criou “autorregulamentação, sintetizada num Código, que teria a função de zelar pela liberdade de expressão comercial e defender os interesses das partes envolvidas no mercado publicitário, inclusive os do consumidor”.

………No próprio site é possível ver estatísticas do ano de 2012 em que mostra que foram feitas 1618 denuncias por consumidores e 176 por “autoridades”, num total de 357 processos. Em uma conta simples é possível notar que para cada processo 5 pessoas/autoridade denunciou as campanhas.

………Há pouco tempo atrás Renan Calheiros assumiu a presidência do Senado e uma petição de 1,6 milhão de adesões pedia a sua saída. Agora a pergunta que não quer calar: Porque para proibir uma campanha publicitária são necessárias 5 denúncias enquanto que para tirar um político do poder precisa-se de mais de 1,6 milhão? (lembrando que mesmo com 1,6 milhão de votos Renan Calheiros continua como presidente do senado).

………Como base na própria definição do CONAR onde consta que o objetivo do órgão é “zelar pela liberdade de expressão comercial”,  o que estamos vendo é que o órgão simplesmente proibi algumas campanhas sem ter ao menos uma quantidade razoável de denuncias, além disso, a TV é livre e qualquer pessoa tem o direito de assistir o que lhe convém,  num mundo onde o acesso a qualquer tipo de informação está livre na internet, acredito que não seria impróprio qualquer tipo de veiculação na TV. Ou estou enganado?

Por: Rafael Koshima

veja o vídeo abaixo:

Anúncios

Analista de Marketing, formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), com MBA Gestão Empreendedora de Negócios pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (ESAMC). Trabalha há cinco anos no mercado de Marketing atuando em vários mercados. Como hobby gosta de leituras, filmes, viagens, cerveja, amigos, musicas e festa.

0 comentário em “Comercial da Devassa com “primeira vez” é absolvido no Conar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: