Novidades

Coca-Cola apresenta peças de seu arquivo na exposição Olímpica do COB

Peças memoráveis do arquivo da Coca-Cola, o mais antigo patrocinador dos Jogos Olímpicos – desde a edição de Amsterdã, em 1928 – fazem parte da exposição interativa “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) no Museu Histórico Nacional (MHN), no Centro do Rio. O evento, que abre para o público no próximo dia 13, conta com mais de 300 itens que marcaram e representam a trajetória dos Jogos Olímpicos da era moderna. Na mostra, também patrocinada pela Coca-Cola, estão 36 peças históricas e materiais promocionais autênticos da memorabilia olímpica da empresa, apresentados pela primeira vez no Brasil.

Berlim 1936 - cartaz do velocista Jesse Owens, 3 medalhas de ouro naquele ano - Cópia

“Participar dessa exposição representa o lançamento da parceria entre a Coca-Cola Brasil e o COB para os tão aguardados Jogos Olímpicos Rio 2016”, comemora Flávio Camelier, vice-presidente de Jogos Olímpicos da Coca-Cola Brasil. “Essa associação, além de ser uma tradição, faz parte do compromisso da Coca-Cola em promover um estilo de vida ativo, estimulando as pessoas a praticarem atividades físicas. Com essa parceria, queremos ajudar o COB a aumentar a visibilidade e aproximar ainda mais a população dos esportes olímpicos”.

Los Angeles 1932 - cartaz da nadadora Helene Madison para a série Melhores Atletas de Todos os Tempos - Cópia

Há itens de colecionador, como o cartaz em que o corredor Jesse Owens (foto acima) se refresca com uma Coca-Cola. Owens, que era negro, ganhou quatro medalhas de ouro nos Jogos de Berlim, em 1936, e virou lenda por desmentir na prática a doutrina da supremacia ariana em plena Alemanha nazista. Outro destaque do acervo da Coca-Cola é o pôster da nadadora americana Helene Madison (à esquerda), ouro nos 100 e 400 metros livres nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1932, que fez parte da série com os melhores atletas de todos os tempos, promovida pela marca em 1947. Um clássico dos Jogos de Moscou, em 1980, a garrafa de Coca-Cola (à direita) foi feita especialmente para o evento, apesar de ter sido boicotado pelos Estados Unidos, ainda por conta das divergências com a então União Soviética.

INTERAÇÃO

Para os visitantes entrarem no clima do esporte, a Coca-Cola promove também uma ativação ao final da exposição, junto à área educativa. Criada pela Inflama Rio, o espaço terá uma área de 8m² em que os participantes podem experimentar um esporte olímpico: tênis, esgrima, vôlei, canoagem, tiro olímpico e arremesso de disco. Na brincadeira, o visitante aparecerá na projeção como se estivesse no centro de um estádio olímpico, acompanhado por uma torcida numerosa. A ação para entreter os visitantes produzirá uma foto para recordação.

 COCA-COLA E OS JOGOS OLÍMPICOS

Ao longo de todos esses anos, a Coca-Cola sempre apoiou o crescimento e a constante evolução dos Jogos Olímpicos. Como parceira mais antiga do Movimento Olímpico, a Coca-Cola contribuiu para tornar os Jogos no evento internacional mais visto e reverenciado do mundo, apoiando milhares de atletas e promovendo o espírito olímpico entre os povos.

SOBRE A COCA-COLA BRASIL

O Sistema Coca-Cola Brasil atua em sete segmentos do setor de bebidas não alcoólicas – águas, chás, refrigerantes, néctares/refrescos, energéticos, isotônicos e lácteos, com uma linha de mais de 150 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria. Formado pela Coca-Cola Brasil e 13 grupos fabricantes brasileiros, emprega diretamente 60 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos.

Os investimentos do Sistema Coca-Cola Brasil para 2013 serão de R$ 2,6 bilhões. No período 2012 a 2016, o total investido será de R$ 14,1 bilhões, 50% maior do que o montante investido entre 2007 e 2011.

 A sustentabilidade é um compromisso da Coca-Cola Brasil e se reflete na forma como a empresa e seus fabricantes lidam com as pessoas e com o meio ambiente. O índice de uso de água da Coca-Cola Brasil, por exemplo, é um dos melhores do mundo: 1,91 litros de água para cada litro de bebida produzido – menos da metade do volume utilizado 13 anos atrás.

Na reciclagem, a Coca-Cola Brasil desenvolveu, através do Instituto Coca-Cola Brasil, o programa Coletivo Reciclagem, anteriormente conhecido como “Reciclou, Ganhou” que, desde 1996 colabora para que o País seja um dos mais eficientes na reciclagem de materiais. Hoje, 98% das latas de alumínio e 56% das garrafas PET são recicladas. Para saber mais, visite os sites: www.institutococacolabrasil.com.br ewww.cocacolabrasil.com.br.

0 comentário em “Coca-Cola apresenta peças de seu arquivo na exposição Olímpica do COB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: