Skip to content

Baby Dove presta homenagem emocionante a todas as mães

maio 5, 2015

Baby Dove, primeira grande linha de produtos para bebês da história da Unilever, lança nesta segunda-feira, 4, sua campanha em homenagem ao Dia das Mães. De modo poético e emocional, o vídeo mostra o dia na vida de uma mãe e retrata quanta beleza o corpo da mãe carrega, seja na maneira de sorrir, de ninar ou brincar com seus filhos, numa fonte inesgotável de amor e afeto.

“Com essa homenagem queremos também reforçar o nosso pensamento de que não existem mães perfeitas, mas sim mães reais. Em nossa pesquisa realizada com mais de mil mães em todo o país, descobrimos que justamente a contraponto de todas as dúvidas, anseios e questionamentos,  a maioria das mães confia em suas habilidades e instinto materno e concorda que não existe um “jeito certo” de ser mãe – o filme traduz parte dessa missão de Baby Dove”, declara Carolina Riotto, gerente de marketing de Baby Dove.

Ouvindo Mães Reais

O que faz uma mulher se sentir uma mãe perfeita? De fato, existem mães perfeitas? Partindo do conceito que não existem mães perfeitas, mas sim mães reais, a marca Baby Dove realizou o estudo “Ouvindo Mães Reais”, que entrevistou mais de mil mães com crianças de até três anos de idade, para entender como elas lidam com as emoções, pressões e ansiedades da maternidade.

O resultado da pesquisa fornece provas contundentes de que a alegria inerente à maternidade está sendo ofuscada pelas pressões sofridas pelas mães no mundo moderno. Dentro desse contexto, Baby Dove apresenta sua missão em aumentar a autoconfiança das mães, para que elas confiem em seus instintos maternos e sejam mães da forma que acreditam ser a mais adequada para o seu bebê.

Alguns números da pesquisa:

  • 92% dizem que ser mãe é um dos momentos mais felizes de suas vidas, mas:
  • 86% sentem a pressão de ser a mãe perfeita
  • 75% sentem-se incapazes de lidar com a situação, algumas vezes
  • 40% sentem-se sobrecarregadas com a quantidade de informação e dicas sobre maternidade
  • 56% sentem-se fortemente pressionadas pela sociedade/mídia para recuperar a aparência física logo após o nascimento do bebê
  • 79% confiam em suas habilidades maternas
  • 72% questionam se o que estão fazendo como mãe é bom o suficiente
  • 56% das mães sentem que a aparência de seus filhos reflete a dela mesma, tanto como mãe, como mulher
  • 63% relatam sentir-se culpadas por voltar ao trabalho
  • 85% sentem que sabem, instintivamente, o que é certo para o seu bebê
  • 58% às vezes questionam as escolhas que fazem para seus filhos
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: