Skip to content

Ford revela detalhes de tecnologias avançadas desenvolvidas para o novo Ford GT

maio 19, 2015

A Ford revelou detalhes de algumas das tecnologias avançadas desenvolvidas para o novo Ford GT, supercarro que estreou este ano no Salão de Detroit e chegará ao mercado em 2016, com produção limitada. Sucessor do mítico GT 40, que venceu a Ferrari por três anos consecutivos em Le Mans nos anos 60, o modelo é uma vitrine das inovações desenvolvidas pela engenharia da marca.

O GT conta com mais de 50 diferentes sensores que coletam informações sobre o seu desempenho, a posição do motorista e o ambiente externo, gerando mais de 100 gigabytes de dados por hora para simplificar a experiência de direção. Todas as informações produzidas por esses sensores são analisadas por mais de 25 sistemas computadorizados ou microprocessadores. Para se ter uma ideia, essa rede integrada é capaz de processar 300 megabytes de dados por segundo, o equivalente a mais de 10 milhões de linhas de códigos de computador. O carro oferece ainda a opção de quatro modos de direção – normal, esportivo, pista e piso molhado – para controlar de modo eficiente a alta potência do motor 3.5 V6 de duplo turbo.

FordGT-2.jpeg

O presidente mundial da Ford, Mark Fields, afirmou que serão produzidas apenas 250 unidades do Ford GT por ano: “É um carro exclusivo e realmente impressionante, que incorpora uma década de inovações tecnológicas.” Segundo ele, o supercarro terá um preço compatível com a categoria, mas muitas de suas tecnologias estarão disponíveis também em outros veículos da marca, contribuindo principalmente para o aumento da segurança e da eficiência no consumo de combustível.

No desenvolvimento do Ford GT também foram usados equipamentos de ponta, como o laboratório de realidade virtual com óculos especiais, onde os engenheiros podem se sentir como se estivessem sentados dentro de um carro de tamanho real.

NovoFordGT-9

A potência do Ford GT é extraída de um motor de V6, que permite aos designers criar uma carroceria muito mais aerodinâmica. De frente, veem-se os dois grandes arcos acima das rodas traseiras, com aberturas que ajudam a canalizar o ar para refrigerar o motor e, ao mesmo tempo, manter o chassi preso ao chão.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: