Skip to content

Reality show Eisenbahn Mestre Cervejeiro estreia quinta (26)

outubro 24, 2017

Na próxima quinta-feira (26/10), às 23h30, o canal TNT estreia o Reality Show Eisenbahn Mestre Cervejeiro, promovido pela cervejaria Eisenbahn. Pela primeira vez na televisão, o programa, que conta com episódios de 30 minutos cada, é a oitava edição da tradicional competição Mestre Cervejeiro Eisenbahn que, até então, acontecia longe das telas. Ao longo dos últimos sete anos, o concurso trabalha para valorizar e democratizar a cerveja artesanal brasileira.

Após o período de inscrições, as centenas de estilo APA (American Pale Ale) passaram por um equipamento avançado de avaliação de cerveja (Beer Analyser), foram degustadas por um júri técnico especializado que utilizou critérios como aparência, aroma, sabor, sensação de boca e fidelidade ao estilo proposto em agosto. O estilo American Pale Ale tem como características principais sua cor clara, ser refrescante e lupulad e possuir malte de apoio suficiente para fazer uma cerveja equilibrada e de drinkability. Como resultados, nove participantes foram eleitos para participar do programa.

Nos oito episódios, o reality apresentado por Marina Person vai mostrar os conhecimentos cervejeiros dos participantes, suas habilidades de harmonização, paladar e entendimento sobre produção de cervejas artesanais. A avaliação das performances será feita pelos jurados Bia Amorim, Juliano Mendes e Sady Homrich.

Bia Amorim, que já compôs o júri do Acerva Catarinense em 2011, do Mestre Cervejeiro em 2016 e mais uma série de premiações pelo País, acredita que “a técnica é importante e ter uma base para poder julgar, é fundamental. Para fazer uma cerveja muito boa precisa ter conhecimento técnico e experiência, vivência de hora copo com diversos estilos, ler livros de diferentes autores, saber mais sobre o que cerca a cerveja e afins”.

Para Juliano Mendes, fundador da marca, que foi jurado do primeiro festival brasileiro da cerveja, em Blumenau, de várias edições do Acerva e componente do júri desde a primeira edição do Mestre Cervejeiro, levar a iniciativa para a TV é ter a “certeza de que até as pessoas que não possuem muito envolvimento com o mundo cervejeiro vão se interessar pelo assunto, se divertir e se emocionar”.

Já Sady Homrich, que participou de quase todas as edições do Mestre Cervejeiro, é jurado do Concurso Brasileiro da Cerveja de Blumenau desde 2013 e do Mondial de la Bière RJ 2014, com jurados da Bélgica, EUA, Dinamarca e Argentina. Ele acredita que os competidores “vêm de lugares e realidades muito diferentes, são um retrato do Brasil cervejeiro de hoje. Cada um desenvolveu sua própria técnica, equipamento e abordagem cervejeira”.

O programa ainda conta com as participações especiais dos cervejeiros Káthia Zanatta, do Instituto da Cerveja, Gerhard Beutling, mestre cervejeiro da Eisenbahn, Fernanda Gabriela Fregonesi, Amanda Felipe Reitenbach, Anderson Carlos Faller, Lucio Rogério Botelho e do chef Rodrigo Martins.

Os participantes eleitos vêm de várias regiões do país e são das mais diversas áreas de atuação no mercado com uma paixão em comum: a paixão pela produção de cerveja artesanal.

Alan Daniel Weiss, 32 anos
De sobrenome homônimo a um estilo de cerveja (Weiss), o analista de sistemas gaúcho e radicado em Curitiba (PR) estudou produção de cerveja na paranaense Bodebrown e se tornou sommelier de cervejas pela Universidade Positivo.

Fernando Azevedo, 32 anos
Com mais de cinquenta brassagens no currículo, o engenheiro mecânico, natural de Bragança Paulista (SP), especializou-se em cursos básicos e avançados de cerveja caseira, é sommelier de cerveja e mestre em estilos.

Gustavo Cruz, 32 anos
Autodidata no ramo de produção, o publicitário de Campina Grande (PB) é apaixonado por criar novas receitas da bebida.

Gustavo Reis, 36 anos
Mineiro que vive atualmente em São Caetano do Sul (SP), o engenheiro mecânico já fez curso de produção caseira e recebeu os convidados de seu casamento com uma India Pale Ale (IPA) de sua autoria.

Ivan Tozzi, 43 anos
Fabricação de Cerveja e Off Flavors e workshops sobre malte, lúpulo, água, levedura estão entre os estudos buscados pelo jornalista paulistano, que ainda mergulhou em disciplinas como química, física, biologia e história para aprimorar seus conhecimentos no universo cervejeiro.

João Biato, 26 anos
Com uma bagagem de mais de cem brassagens, o advogado de Ribeirão Preto fez um curso básico no Senac, um módulo de produção caseira no EDUK e formou-se técnico em Cervejaria pela Escola Superior de Cerveja e Malte, de Blumenau.

Lucas Ladwig, 31 anos
De Florianópolis, o designer participou de cursos de fabricação caseira, lúpulo, análise sensorial, lambics e sours e até uma versão que ensina a montar sua própria cervejaria.

Raul Rangel, 27 anos
Mais um autodidata, o turismólogo de Natal vive em Ubatuba (SP) e acumula mais de 50 brassagens realizadas.

Rodrigo Teixeira, 36 anos
O carioca radicado em Vitória (ES) é educador físico e também aprendeu sozinho a arte de produzir a bebida.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: