Mundo cervejeiro

Doktor Bräu sugere harmonizações que valorizam cervejas e pratos

Criada por um médico descendente de uma família austríaca – aHopfgartner, que em alemão significa “jardineiro de lúpulo” – e de um farmacêutico, há três anos a Doktor Bräu elabora bebidas inovadoras, com qualidade inquestionável e que combinam com o paladar brasileiro. Tudo é pensado e escolhido com muito cuidado, dos ingredientes aos nomes das cervejas, passando pelo design dos rótulos e processo de produção (desde dezembro de 2017 conta com fábrica própria, na divisa de Congonhal e Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais).

As harmonizações sugeridas valorizam tanto as cervejas quanto os pratos, mas cada um pode fazer as próprias combinações e extrair grande prazer das experiências de degustar boas cervejas artesanais.  Atualmente a Doktor Bräu conta com 14 rótulos regulares que podem ser encontrados em diversos pontos de venda de todo Brasil, que são, na maioria, bares especializados em cervejas artesanais, mas também restaurantes, lanchonetes e alguns supermercados, além da internet (www.cervejariavirtual.com.br). As seguintes sugestões da Doktor Bräu baseiam-se em dois princípios: similaridade (cerveja suave com prato delicado) ou contraste (cerveja amarga, intensa, com um opção leve): 

Soro N’Aveia summer ale com aveia): feijoada; frituras de boteco como bolinho de carne; tambaqui na brasa; brusqueta de tomates frescos, manjericão e queijo gruyere; queijo brie com geleia de pimenta.

TOC (lager, estilo Pilsner alemã, produzida com lúpulos próprios plantados na fábrica que trazem mais frescor e notas florais): bacalhau (gadus morhua de preferência); salmão maçaricado; poke de shimeji com gergelim; jalapeño poppers (bolinhos fritos de pimenta jalapeño recheada); tacos de carne.

WitaMina (witbier com adição de camomila, erva cidreira, semente de coentro e casca de laranja): peixes brancos gratinados; caldeirada de frutos do mar; saladas bem temperadas com azeite trufado; algumas sobremesas como uma mousse de maracujá, torta de limão, doce de abóbora com cravo.

Endorphina (New England IPA) – medalha de ouro no Mondial de la Bière São Paulo/2018 e na South American Beer 2018: bacon; leitoa à pururuca; cupim; pizza de pepperoni; sanduíche de pernil; macarronada ao molho de calabresa.

HemorragIPA (Red IPA com hibisco): carnes vermelha suculentas; massas com molho bolonhesa ou sugo; lombo de porco com molho agridoce; torradinha com queijo chèvre e geleia de morango, risoto de amora com camarões na champanhe. 

Psicose Espacial (NEIPA com graviola), colaborativa com a Satélite – medalha de ouro no Mondial de la Bière São Paulo/2018: bife ancho; picanha com alto marmoreio; maminha na manteiga; hambúrgueres 30/70 de carne/gordura; frango inteiro ao forno recheado e coberto com ervas finas.

Serothonina (New England APA): pastel de calabresa; mettwurst com limão, schublig e landjäger (salsichão e salame de origem alemã); batata rústica com cheddar; prime rib.

PsicótIPA (American IPA com aromas cítricos): comidas tailandesas, indianas ou com toque generoso de curry; picles; carré de cordeiro; pratos leves como frango ao alho e legumes salteados com manjerona, o que deixa toda a atenção para a cerveja que possui características marcantes.

AnesthesIPA (Imperial IPA): fondue; pratos picantes; carnes suculentas; azeitona chilena; arroz de coco com camarão; bife de chorizo; acarajé.

Albinus (White IPA): moqueca de peixe apimentada; peixe branco na brasa; salmão ao molho tarê; carré de cordeiro com geleia de hortelã, bobó de camarão.

Noctúria (Imperial Stout com quiabo, aroma tostado de café, biscoito e leve chocolate): fondue de queijo ou carne; Shoulder Steak; bife a rolê; sobremesas como mousse de chocolate, tiramissu e brigadeiro.

Adrenaline (Double NEIPA): ramón pata negra; copa lombo defumada; picanha suína; frango à passarinho; javali ao molho de açaí.

Pilsen (puro malte): lombo de porco com laranja; pastel de pizza; escondidinho de carne seca; bisteca com feijão tropeiro; camarão na moranga; brandade de bacalhau gratinado; fraldinha na brasa.

Weiss: saladas caprese ou caesar salad; sashimi de polvo ou atum; queijo de cabra; chimichanga mexicana; conchilione recheado com queijo ao molho sugo; burrata de búfala com azeite extra virgem e manjericao em folhas; eisbein (joelho de porco), Schnitzel (bife de carne de porco à milanesa).

E aqui vai a dica de ouro de Nuberto Hopfgartner, sócio da Doktor Bräu: “Lembre-se que este assunto não é uma ciência exata e que cada novo ensaio pode nos trazer enormes insights, transbordando de inúmeras possibilidades. Então  tente, crie, invente… e surpreenda-se.

Serviço – www.doktorbrau.com.br / @doktorbrau
Doktor Bräu Cervejas Especiais
Fábrica, Hospício Pub e gift shop: Rodovia BR 459, Km 91 – Congonhal (MG)

Anúncios

0 comentário em “Doktor Bräu sugere harmonizações que valorizam cervejas e pratos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: