Locais

BAR SAMBA terá o primeiro estúdio de rádio de São Paulo

SIGA NO INSTAGRAM: @PUBLI_CERVEJA

A mistura entre tradição e tecnologia vai dar samba. Essa é a aposta do empresário Cícero Cunha ao se juntar ao projeto da rede BR Brazil Show, que opera a rádio online BRZ, a digital do samba, criada pela jornalista Claudinha Alexandre. A partir de 29 de outubro, um estúdio montado dentro do Bar, que funciona na Vila Madalena (Rua Fradique Coutinho, 1007) vai conectar ainda mais sambistas, clientes e seguidores ao mundo das novas tecnologias. Esta é a primeira vez na capital de São Paulo que um bar terá um estúdio de rádio funcionando 24 horas por dia,

A novidade acontece justamente um ano depois do lançamento da BR Brazil, que operava em Santana, e chegou a receber muitos artistas para falar sobre o samba. Passaram por lá Eliana de Lima, Salgadinho, Netinho de Paula, Adriana Moreira, Moisés da Rocha, Prettos, Leandro Lehart, Pinha Presidente, Katinguelê, JB Samba, Cesar Rodrigues, Grupo Tempero, Luizinho SP, Bacalhau (Ultraje a Rigor) e muitos outros que debateram sobre o cenário do gênero na atualidade. A intenção, de acordo com Claudinha, sempre foi oferecer o conteúdo do dial e inovar. “A programação da BRZ fica no ar 24 horas e pode ser acessada pelo aplicativo, pelo site e por todas as mídias sociais. O samba é o carro chefe”, conta.

Claudinha Alexandre (foto) é uma das comunicadoras que ficou conhecida em São Paulo por estar no ar no auge do samba e do Pagode. Além de ser pesquisadora e ter muito conhecimento sobre o tema, é autora de livros e comentarista do carnaval das escolas de samba de São Paulo. Paixão que levou para a academia, onde faz doutorado, depois de se tornar Mestre em Ciência da Religião, pesquisando a ancestralidade na Escola de Samba Vai-Vai. “Eu nasci e fui criada no samba. Faço dele minha inspiração diária, pois o samba para mim é muito mais do que a cultura de um povo e um símbolo de resistência. O samba é minha vida.”, diz a jornalista, que atua em rádio há 30 anos e já esteve ao lado de Evaristo Carvalho e recentemente recebeu o convite de Moisés da Rocha para assinar o quadro “Mulheres no Samba” na Rádio Capital e Rádio USP, onde o comunicador tem o programa O Samba Pede Passagem. “Não vejo ninguém como concorrente, pelo contrário. Estamos todos caminhando juntos por um mesmo objetivo, que é dar ao samba o devido valor”.

Na BRZ, Claudinha popularizou o programa Papo de Bamba, conversando com artistas, levando informação e entretenimento para o público. A partir do dia 29 de outubro, o programa, que também pode ser visto pelo canal do youtube (Papo de Bamba), passa a ter uma versão ao vivo todas as terças-feiras, das 16h às 18h. “A ideia é continuar debatendo sobre o gênero, mostrar o que acontece no mundo do samba, divulgar e exaltar essa cultura brasileira”.

O Bar Samba é o lugar certo para o projeto. Com 16 anos de Vila Madalena, poucos lugares em São Paulo guardam ao mesmo tempo a história da cidade e do gênero musical mais popular do Brasil, sendo considerado o destino de muita gente bamba e dos amantes da boa música e da melhor comida de boteco. Entrar no bar é penetrar num pedacinho da memória de muitos personagens ilustres, que estão estampados em fotos, ilustrações, pavilhões de escolas de samba e instrumentos musicais. Além, de um painel gigante (13 metros) de caricaturas que eterniza figuras como Cartola, Candeia, Beth Carvalho e Zeca Pagodinho, entre outros.

Muitas destas personalidades brilharam ao vivo no comando das tradicionais rodas de samba da casa, como Luiz Carlos da Vila, João Nogueira, Almir Guineto, Jovelina Pérola Negra, Dona Ivone Lara e Wilson Moreira, que foram inseridos no painel nesta nova fase, junto com as caricaturas de personagens do cotidiano como o gari, o coletor de lixo, as baianas e as passistas.

Esta é a primeira vez que um bar da capital de São Paulo terá um estúdio de rádio funcionando 24 horas por dia, todos os dias da semana. “Acreditamos muito nessa parceria que só visa engrandecer ainda mais o projeto”, disse Claudinha. A partir do dia 29, a programação também terá alterações. Todas as terças-feiras, das 18h às 19h, a BRZ transmitirá ao vivo o programa Happy Samba Bar, com roda de samba e uma experiência diferente de happy hour. “Porta aberta pro samba de São Paulo, só paga o que consumir e o público ainda assiste ao vivo o programa direto do estúdio instalado na área superior do Bar, além de concorrer aos prêmios da BRZ”, finaliza a radialista.

Anúncios

0 comentário em “BAR SAMBA terá o primeiro estúdio de rádio de São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: