Ações

Em parceria com o Corinthians e o Atlético Mineiro, Gama e Alma Preta contam as histórias de pessoas negras assassinadas no Brasil

SIGA NO INSTAGRAM: @PUBLI_CERVEJA

Um minuto de silêncio marcou o início da partida do Campeonato Brasileiro entre Corinthians e Atlético Mineiro. No projeto idealizado pela Wieden+Kenndey, os jogadores e os treinadores dos dois times entraram nesse final de
semana no gramado da Neo Química Arena, o Itaquerão, carregando camisas com os nomes de 24 vítimas da violência racial no Brasil — todas estampadas com o número 23, chamando a atenção para o dado devastador: a cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado no país.

A ação acontece no mês em que se celebra o Dia da Consciência Negra e tem a participação da revista Gama e da agência de jornalismo Alma Preta, que se uniram aos times para dar nomes e rostos às estatísticas. Um hub de conteúdo criado especialmente para a ocasião traz as histórias das pessoas homenageadas em campo, resgatando suas trajetórias e lembrando seus planos e sonhos perdidos.

Por meio dos depoimentos de familiares e amigos, conhecemos mais a fundo a biografia e a personalidade de nomes como Robson da Luz, jovem preso, torturado e morto pela Polícia Militar em 1978, cuja morte mobilizou a criação do Movimento Negro Unificado (MNU); a estudante Ágatha Féliz, baleada em 2019 durante uma operação policial; o menino Miguel, que morreu aos cinco anos após cair de um prédio de luxo em junho de 2020; a vereadora Marielle Franco, morta a tiros em 2018; o ajudante de pedreiro Amarildo Souza, desaparecido desde 2013; entre outros.

O projeto, que pode ser acompanhado pelas hashtags #VidasNegrasImportam, #TireORacismoDeCampo e #ComRacismoNãoHáDemocracia, pretende atentar para o alarmante e sistemático assassinato de pessoas negras no Brasil, contando ainda com a parceria institucional da Coalizão Negra por Direitos e com a idealização da agência Wieden+Kennedy.

0 comentário em “Em parceria com o Corinthians e o Atlético Mineiro, Gama e Alma Preta contam as histórias de pessoas negras assassinadas no Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: