Mundo cervejeiro

Cervejaria Van der Ale inaugura a VDA “DRUNKSTORE” na Mooca

SIGA NO INSTAGRAM

A Cervejaria Van der Ale vai inaugurar na Zona Leste, no dia 16/09 (sexta-feira), a “VDA DRUNKSTORE”. O endereço onde fica a fábrica conta com um pequeno mas aconchegante espaço que passará a funcionar como um showroom para exposição, degustação e venda dos produtos da marca, e em breve também irá oferecer cursos e oficinas com foco na propagação da cultura cervejeira. O intuito é popularizar e desgourmetizar o segmento e fomentar esse tipo de produção, se apresentando como cervejaria e espaço de ideias.

O imóvel em que está instalada a cervejaria e destilaria possui 150 m² e tem capacidade para receber até 15 pessoas observando os protocolos de distanciamento. A casa abriga, hoje, uma minifábrica de cerveja com capacidade para produzir 800 litros por mês e um pequeno alambique de onde pingam em torno de 25 litros de destilados sortidos ao gosto e oportunidade. “Temos a menor e mais artesanal produção comercial da cidade: aqui tudo foi feito à mão por nós mesmos, ou sob encomenda: desde as panelas até a reforma e adequações do espaço, além disso a pessoa que vem aqui conta com o privilégio de ser atendido pelas mesmas pessoas que produziram as bebidas”, afirma Dona Lurdes, um dos sócios da Van der Ale.

A cervejaria irá basear sua produção na demanda, empregando um controle rígido de qualidade em todos os processos, e garantindo, dessa forma, a oferta de excelentes produtos, que serão sempre consumidos extremamente frescos.

Como o estabelecimento possui alvará de tabacaria, será possível, também, consumir in loco os produtos da mini headshop instalada em uma das paredes da casa. Na vitrine, os clientes encontrarão tabacos, sedas, piteiras, bongs e outros acessórios fumígenos.

O salão da casa vai funcionar como uma galeria. Todos os itens de decoração disponíveis no salão estão à venda, incluindo as publicações do coletivo O Miolo Frito (@omiolofrito).

.

O projeto da Van der Ale começou há oito anos, numa pacata rua da Barra Funda, em um sobrado instalado próximo ao Minhocão. Era o início de uma história que, na época, se baseou na contracultura e a comercialização se iniciou na ilegalidade necessária, segundo os fundadores Caio Fogaça e Luis Berti – o Dona Lurdes -, para uma cena cervejeira que começava seu desenvolvimento diante do domínio das grandes marcas.

Desde então, a Van der Ale cresceu e apareceu, se tornando uma espécie de referência underground entre cervejeiros caseiros e outras cervejarias clandestinas. Pouco depois, mantiveram por dois anos um brewpub em uma rua concorrida da Vila Madalena. Esse histórico de produção contra-hegemônica fez com que os cervejeiros fossem comparados aos “Beastie Boys (banda de rap rock americano dos anos 80) da cerveja artesanal”.

A IPA Pinhead (R﹩15, 300ml/ R﹩20, 500ml), carro-chefe da Van der Ale e já querida pelo público da marca, estará engatada nas torneiras da VDA “DRUNKSTORE” na data da inauguração. Ela tem coloração dourada, 60 IBUs e 6.3% de teor alcoólico.

“Essa receita surgiu da busca por uma IPA clara, brilhante e equilibrada, representando o estilo, mas sem grande afetação em contraposição às “New England/Juicy IPAs. Ela é uma das nossas primeiras produções, receita de quando começamos a participar ativamente dos festivais de rua em diversos cantos da cidade. Por ser “a queridinha” do público do finado brewpub ela foi escolhida, também, para ser nossa primeira cigana – o primeiro lote feito na cervejaria Tarantino no ano passado-“, pontua Caio Sérgio, o headbrewer ruivo já bem conhecido no meio cervejeiro. Este segundo lote foi produzido pela cervejaria Dádiva e a Girafinha mascote do rótulo ganhou uma máscara para conscientizar sobre a gravidade da pandemia da COVID 19. Esta versão em latas de 473mL está disponível para quem quiser levar pra consumir em casa por R﹩ 25.

Além da Pinhead, também estará engatada no tap a cerveja Judas Boot APA, que foi servida por mais de um ano no Mundo Pensante, casa de shows e espaço de festas no Bixiga (R﹩15, 300ml/ R﹩20, 500ml), uma American Pale Ale de 40 IBUs e 6% de teor alcoólico.

Entre os coquetéis autorais, serão opções: a Caipirinha de Dois Limões (R﹩18), com moonshine artesanal da casa, e o Tropical e Violento (R﹩22), com base de mojito, leva schnapps de melancia em lugar do rum. No cardápio também estão disponíveis doses de destilados, como o Agroman Bourbon de Abóbora (R﹩18), o Moonshine de Milho e Cevada (R﹩10) e o Mooca Dry Gin (R﹩15).

Para comer, conservas e defumados do Sinal de Fumaça (@sinal.fumaca). A tábua (R﹩58, completa/ R﹩34, meia) vem com pão em rodelas, fatias de lombo defumado, confit de tomates defumados, alichela e picles de legumes defumados em conserva no vinagre de cerveja.

Aos que não podem ou não querem consumir bebida alcoólica, a casa oferece refrigerante caseiro de gengibre, o Ginger Ale (R﹩7, 300ml), com açúcar orgânico e sem conservantes, também de produção própria.

Durante a pandemia, a casa atenderá uma quantidade limitada de clientes. Será necessário fazer reserva antecipadamente via inbox do perfil oficial de Instagram da marca (@vanderale).

Serviço:

Rua Rua Siqueira Bueno, 1798, Belém

Horário de funcionamento: 4ª, 5ª e 6ª feiras das 16:20 às 23hs, sábados das 14:00 às 23hs

Contato: 11988540052

SIGA NO INSTAGRAM

0 comentário em “Cervejaria Van der Ale inaugura a VDA “DRUNKSTORE” na Mooca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: