Skip to content

Dogs Can Fly e Rogério Velloso: produtora e diretor inquietos!

agosto 31, 2015

Inquietação, intercâmbio e sinergia. Esses são alguns propósitos de trabalho da produtora Dogs Can Fly – liderada por Ricardo Whately e José Henrique Caldas – principalmente quando o assunto é relacionado aos seus talentos e colaboradores. E com a chegada de Rogério Velloso ao time de diretores da casa, essas trocas se tornaram ainda mais presentes pelos corredores da produtora. Além de dirigir, Velloso contribuirá na implementação de uma postura de trabalho baseada na interação entre o time de diretores da Dogs, os vários departamentos da produtora e as equipes de criação das agências; além de ampliar a conexão com uma rede de parceiros – tanto nacionais quanto internacionais. Hoje, o time de diretores da Dogs Can Fly é composto pela dupla DOM (Gabriel Cupaiolo e Levi Vatavuk), Victor Abreu, Renato Jabuka e Ricardo Whately.

DogsCanFly_RogerioVelloso

Ao fundo, Mônica Siqueira, diretora de atendimento e o sócio e diretor artístico Ricardo Whately. No meio, em destaque, o diretor de cena e diretor criativo Rogério Velloso.

“Estamos numa fase de projetar para o mercado que a Dogs vai além do seu core business de produção, queremos ser percebidos como uma plataforma que desenvolve projetos com relevantes soluções audiovisuais”, diz Whately. “A chegada do Roger vem ao encontro desse objetivo, por isso sua atuação não será apenas como diretor de cena; ele aporta como um diretor criativo, com a missão de desafiar e direcionar nossos talentos, e abrir novas oportunidades de trabalho”, completa o sócio da produtora.

“Hoje, os projetos precisam de uma organização operacional e uma consistência artística que fogem cada vez mais do convencional e a Dogs provocou e ampliou minha percepção de que podemos fazer melhor, participar mais das necessidades das agências e anunciantes ao associar forças, pesquisar tendências, identificar novos talentos, formatos e buscar soluções criativas de produção ”, comenta Velloso.

Velloso, além de inquieto por natureza, é bem eclético. Estudou física, fez teatro, tem um longa-metragem na carreira e é envolvido com videoarte – tem trabalhos nessa área que já renderam prêmios na Alemanha e no Japão. Atualmente, suas imagens cênicas estão compondo a peça “O Capote”, adaptada por Dráuzio Varella, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. Seu primeiro longa, o documentário “Daquele Instante em Diante”,sobre o músico Itamar Assumpção – filme de abertura do INDIE Festival11 – foi exibido no Brasil e na Europa, e integrou a Série Iconoclássicos – box de filmes sobre artistas radicais brasileiros do Instituto Itaú Cultural.

Na publicidade, Velloso dirigiu filmes para agências como EnergyBBDO Chicago, Publicis, Ogilvy, AlmapBBDO, Select NY, Grey Buenos Aires, BBDO Mexico, Leo Burnett, Soho Square, DM9DDB, JWT, W/McCann, e para marcas como Wella, Ford, Nestlé, Garnier, Avon, Always, Procter&Gamble, Cadbury’s, Gillette, SC Johnson, Sanofi, TIM, Philips e Vivo.

Perguntado sobre seus planos para 2016, anuncia que se prepara para dirigir o segundo longa, desta vez uma ficção.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: