Skip to content

Novo comercial dos relógios Yankee Street “No Rules”

setembro 29, 2015

Antes de continuar a leitura desse texto, aumente o som, aperte o play e deixe a energia do filme te levar para novas possibilidades. Esse é o espírito do comercial que o diretor Renato Jabuka e a produtora Dogs Can Fly desenvolveram para o lançamento dos relógios Yankee Street, da Magnum. O filme, criado pela agência Atis, tem uma pegada real, que extrapola a fotografia, o casting formado por não atores e situações que não estavam previstas no roteiro.

Para a produtora, o comercial tem uma causa verdadeira: a verba foi revertida para que o artista de motion desing, Luiz Alberto Ferreira, conhecido no mercado como Luizinho, arrecadasse dinheiro para conseguir uma prótese que traga de volta a vida ativa que sempre lhe pertenceu (Luiz precisou amputar a perna direita porque teve complicações por conta de um acidente de moto). E foi nessa frequência que equipes de direção e produção enveredaram numa corrente de amizade e energia positiva para a realização do filme. Todos que participam do comercial doaram seus cachês para a causa que tem até um grupo no facebook: “Tamo Junto Luizinho”.

“A partir daí, mais pessoas ficaram interessadas em ajudar, conseguimos um tempo maior de produção com muita, mas muita vontade de realizar um filme lindo, e dar uma força para um amigo querido”, comenta Mônica Siqueira, diretora de atendimento da Dogs Can Fly. “Foram cinco diárias, todos doaram seu tempo e energia, recebemos ajuda de profissionais do mercado pra realizar o filme, que ganhou novas cenas e infinitas possibilidades. Esse filme foi um presente pra mim”, completa Jabuka. Luizinho comenta que ele ficou bem motivado com essa experiência: “as pessoas precisam se dedicar mais às outras, se doar mais, pois assim o respeito aumenta entre todos”.

O modelo Yankee Street foi sucesso nos anos 90, símbolo de rebeldia e voltou com a mesma pegada de inovação. Segundo a agência, o conceito No Rules (sem regras) é o resgate do espírito jovem e contestador.

[vimeo https://vimeo.com/140800437]

Ficha Técnica (créditos mais que especiais):

Cliente: Magnum Industria da Amazonia SA

Produto: Yankee Street

Agencia: ATIS 100% Comunicação

Criação: Rogério Kihara e Rivaldo Evaristo

Planejamento: Ivan Kihara

Atendimento: Elisabete Amaral

Produtora: Dogs Can Fly

Diretor: Renato Jabuka

Produtor Executivo: Ricardo Whately

Diretor de Fotografia: Lucas Pupo

Assistentes de Direção: Nicollas Matteis / Livia Stacciarini

Colaborador do Projeto: Marcell Hernandes
Coordenação de Produção: Juliana Sigolo / Ciça Antunes

Produtor de Casting: Caru Corral/ Daniela Spallanzani / Bruno Felsmann

Produtor de Locação: Tiago Marinho

Figurinista: Silvana Moura / Milton Fucci Junior

Prod de objetos: Virginia Recco / Camila Recco

Diretor de Produção: Daniel Sigolo / Camila Madio

Atendimento: Mônica Siqueira / Luana Duller / Amanda Arcaro

Coordenação de Pós Produção: Anderson Coutinho / Osmir Araujo

Montador: Gian Carlos Batisttini

Finalização: Dogs Can Fly
Colorista: Marcio Pasqualino

Collor Grading : Pycho n”Look

Equipe de Arte: Blank / Luizinho

Áudio: Estúdio Angels

Diretor Musical: Márcio Arantes

Mixagem e Finalização: Diogo Zaccara

Anúncios
14 Comentários leave one →
  1. Ricardo permalink
    setembro 30, 2015 9:41 pm

    Excelente comercial, a música alguém sabe como baixar?ou nome do cantor ou música? Obrigado

  2. parsaro bispo. permalink
    outubro 3, 2015 3:23 am

    Comercial bacana. Parabéns só não gostei do jesto obsceno.

  3. Luis permalink
    outubro 13, 2015 12:33 am

    Faltou respeito com a familia brasileira, sobre os jestos obsceno e ponografia.Lamentavel meus filhos de 3 anos e 10 ficaram abismado e eu perplexo com tanta imoralidade.Não compraria um instrumento que faz apologia ao sexo.
    Infelizmente não tenho como proibir o que passa nos comercias

  4. Don Giovani permalink
    outubro 15, 2015 1:13 am

    Propaganda rídicula. Nunca que vou cimprar de uma marca que manda eu me foder através de gestos.

  5. Daniel Santana permalink
    outubro 20, 2015 1:43 am

    Achei esse comercial horrivel. Tenho dó das pessoas de mente fraca que se deixam levar por isso ‘no rules’ ( sem regras ).

  6. Erika Silva permalink
    outubro 21, 2015 2:04 pm

    Achei uma falta de respeito com o público, pois é diferente de filmes e novelas que indicam faixa etária.
    Cenas de sexo, gesto obsceno, vandalismo, pichação, infração as regras de transito, tudo isso para dizer que é descolado? Que é “da hora”? Que tá na moda?
    Respeito nunca saiu de moda, viu.

    Gente, reclamem para o CONAR. É rápido e fácil. Quanto mais reclamações tiverem mais rápido o comercial sairá do ar.

    http://www.conar.org.br/

    Comerciais que não respeitam a inocência do público infantil, não respeitos os códigos de ética, não devem ser mantidos no ar.

  7. Cristiane permalink
    outubro 24, 2015 12:52 am

    Ridiculo tbm fiz reclamação no conar comercial maldito…. baixaria

  8. Leonardo permalink
    outubro 25, 2015 2:56 am

    Achei fantástico. Todos temos direito a expressão, cabe ensinar em casa oq se pode ou não fazer. A publicidade, para os que só prestaram a atenção em gestos e pegadas quentes, fala muito de liberdade, sobre quebrar as regras que a própria sociedade impõe, que nossos governantes nos obrigam e temos que engolir a seco. Sem falar da baita causa para ajudar o próximo. Parabéns a todos os envolvidos.

  9. maicon permalink
    novembro 9, 2015 12:44 am

    Cara ridículo são vocês idiotas que criticam um comercial ,vc’s tem q irem se fuder msmo bando d idiotas aposto que vivem nesse mundinho d hipocrisia e mente fechada ,a propaganda mostra o mundo d hj em dia assim cm ele é,o mundo não está perdido como dizem só decidiram acabar cm essas censuras idiotas ,vão se preocupar cm a filha d vc’s q fikam se rosa do cm metade da escola e não cm uma propagando d um relógio, perfeita a propaganda e qe venham mtas mais assim

  10. novembro 9, 2015 1:18 am

    pfavorrr o nome dessa musicaaaaa

    • Ricardo Diniz permalink
      novembro 10, 2015 5:22 am

      é uma versão distorcida – bro safari – the drop , mas está complicado encontrar essa nova versão, se conseguir encontrar deixa recado ok!!!

  11. Cláudio Luiz da Silva permalink
    novembro 16, 2015 11:55 am

    Comercial ridículo tem que sair do ar , um derespeito para com as familias que assistem em horário nobre e mais ridículos são esses imbecis que comentam a favor desse lixo de comercialtomem vergonha nessa cara seus depravados não tô nem aí pra vocês , a familia em primeiro lugar .

  12. Eduardo Paz permalink
    dezembro 25, 2015 9:09 pm

    Comercial Top, queria essa música que é to também

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: