Eventos

Heineken Block convida artistas para transformarem vila histórica do centro paulistano

A Heineken apresenta seu o novo projeto de verão, o Heineken Block, que ocupará a Vila dos Ingleses, no centro de São Paulo, entre 17 de fevereiro e 11 de março, com programação sempre aos sábados e domingos.

Seguindo a tendência das Block Parties, festas que fecham as ruas para receber o público e celebrar a cidade ao ar livre, o Heineken Block é a iniciativa escolhida para dar vida à campanha da marca intitulada Cities, que tem o objetivo de inspirar os consumidores a desvendarem os segredos de suas cidades e transformar de maneira positiva o espaço público.

Além de oferecer shows musicais e festas em um local inexplorado, o Heineken Block convida o público a transformar positivamente a cidade a partir de pequenos atos. Esta inspiração se desdobra, por exemplo, no convite a diversos artistas plásticos que irão realizar intervenções de arte na Vila durante os quatro finais de semana do evento. Com diferentes vertentes artísticas, cinco nomes foram convidados para ressignificar a Vila dos Ingleses: Alê Jordão, Zeca Gerace (Xingu), Marina Rodrigues, Tiago Mordix e Carol Murayama. Para o Heineken Block, estes artistas foram desafiados a criar obras para os espaços da Vila, respeitando sua estrutura e arquitetura.

Maior mural de arte colaborativa em um prédio no Brasil

O projeto também contará com a produção do maior painel de arte colaborativa em um prédio no Brasil. O público será convidado a criar sua arte em lambe-lambes nos dias do Heineken Block que no último fim de semana do projeto serão combinados pelo coletivo de arte SHN e, então, instalados em uma grande empena ao lado da Vila dos Ingleses. A obra de arte colaborativa ficará como legado para a cidade de São Paulo e homenageará a origem da arte urbana no Brasil. “A arte é uma das mais poderosas formas de transformação social e urbana. Contar com o talento deles e da participação do público do Heineken Block para a criação de um legado para São Paulo é uma forma de mostrarmos como acreditamos que as marcas podem ir além e se unir aos seus consumidores para criar algo que transforme a cidade”, conta Vanessa Brandão.

Quando finalizada, no último dia do evento, 11 de março, a instalação será conhecida como o maior painel de arte feito em colaboração com o público em um prédio no Brasil. O SHN é um coletivo que existe desde 1998, composto pelos artistas André Ortega, Daniel Cucatti, Eduardo Saretta, Haroldo Paranhos, Kleber Botasso, Marcelo Fazzolin e Rogerio Fernandes. O SHN foi pioneiro em transformar espaços públicos das cidades, a partir da colagem de serigrafia, lambes e stickers, gravuras e pôsteres exaustivamente repetidos, instalados nas ruas de São Paulo. O objetivo é a intervenção por meio da linguagem lúdica e bem-humorada. 

Arte de todos os lados

O local escolhido para sediar o Heineken Block, a Vila dos Ingleses é um conjunto de 28 casas construídas entre 1915 e 1919 no centro de São Paulo para abrigar os engenheiros ingleses que trabalhavam na construção da Estação da Luz. Recentemente restaurado, respeitando suas características originais, o local nunca foi aberto para receber o público antes. Para sediar o Heineken Block, a Vila ganhará uma série de intervenções artísticas que respeitam sua arquitetura e entorno.

Alê Jordão, por exemplo, é conhecido por seu trabalho cinético, especialmente utilizando a luz neon para construir verdadeiras esculturas iluminadas. Para integrar os espaços do Heineken Block, Alê Jordão propõe que os visitantes passeiem por suas esculturas de grandes dimensões em neon, como letreiros espalhados ao longo do espaço, além de sinalizações indicando as atrações do Heineken Block.

Já Zeca Gerace, por meio de seu Estudio Xingu, vai instalar diversos componentes em toda a estrutura do Heineken Block com uma nova leitura para objetos tradicionais, transformando-os em instalações pós-modernas. A proposta artística aqui também vai ao encontro do evento, que pretende dar novos significados a espaços pouco explorados da cidade. Algumas das instalações do Estúdio Xingu serão realizadas durante o evento, dando a chance do público conhecer o processo criativo do artista.

A artista Marina Rodrigues, conhecida por seu trabalho em tape art, vai se ocupar de tapumes espalhados pela Vila, um food truck e paredes das casas para instalar suas formas geométricas e minimalistas, com grafias em vermelho, branco e verde. A artista vai trabalhar em algumas das obras durante os eventos, oferecendo a chance ao público de conhecer seu processo criativo ao vivo.

O quarto artista convidado, o grafiteiro Tiago Mordix, é um nome em ascensão no universo das artes plásticas graças a seu trabalho que transforma roupas e objetos a partir da intervenção artística. Tiago possui um trabalho que mistura técnicas como stencil, grafite e grafia para emprestar novo visual a peças usadas. No Heineken Block, além de realizar uma instalação em uma das paredes da Vila dos Ingleses, o artista vai customizar ao vivo peças do público (como bolsas, cadernos, cases de celular ou outros itens pessoais que sejam levados).

A quinta artista convidada é a artista plástica Carol Murayama, que possui um trabalho monocromático que mistura formas orgânicas da natureza com elementos inspirados pelas paisagens das cidades, vai se ocupar de portas das casas, bancos no pátio da Vila e até de uma caçamba para instalar delicadas obras que inspiradas pela arquitetura de São Paulo e pela própria cerveja. Carol também instalará obras ao vivo.

Ingressos
Idealizado em parceria com Hands, o Heineken Block terá programação até 11 de março, sempre aos sábados e domingos, com acesso gratuito mediante cadastro na lista que será disponibilizada no site do projeto (www.heineken.com/br/block). As listas serão abertas sempre às quintas-feiras para o fim de semana seguinte.

Cada convidado cadastrado poderá levar um acompanhante e é necessário ter mais de 18 anos para entrar no evento. Será obrigatória a apresentação de documento com foto na entrada. Por questões de segurança, mesmo com o nome na lista a entrada está sujeita à lotação máxima.

As informações sobre o line up, curadoria artística e a lista também serão disponibilizadas na página do evento Heineken Block no Facebook.

A Heineken recomenda que os convidados utilizem o transporte público (já que o evento acontece a 170 metros da estação da Luz) ou aproveitem a parceria especial da marca com o Cabify, que garante desconto de 30% na ida e na volta, limitado a R$15 por meio do código informado após a confirmação de inscrição do evento.

Heineken Block @ Vila dos Ingleses

Local: Rua Mauá, 836, Luz (170m da estação de metrô Luz)
Período: de 17 de fevereiro, sábado, até 11 de março, domingo
Dias de funcionamento: sábados e domingos
Lotação do espaço: 400 pessoas
Ingresso gratuito mediante cadastro, entrada sujeita a lotação
Proibida a entrada de menores de idade
Acesso a deficientes

Anúncios

0 comentário em “Heineken Block convida artistas para transformarem vila histórica do centro paulistano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: