Mundo cervejeiro

Dádiva faz tour pela Europa com projeto colaborativo em série

O projeto de produção de 10 colaborativas em 30 dias começou no último dia 24/8 na fábrica da Cervejaria Dádiva com a produção de uma Triple IPA chamada Triplet, uma homenagem aos três envolvidos nessa parceria: Nils Oscar, Dádiva e Suds Insanity. A Nils Oscar é uma cervejaria fundada em 1996 na Suécia e famosa pela produção de cervejas clássicas utilizando métodos modernos. A Suds Insanity é uma importadora sediada em Curitiba, responsável pelo abastecimento das cervejas Nils Oscar no Brasil. A produção foi um convite da Suds Insanity a Dádiva e Nils Oscar, que juntas programam o lançamento desta colaborativa para setembro, ainda sem data definida.

A primeira parada do tour europeu aconteceu no último final de semana, com a participação da Cervejaria Dádiva no Brewda Bierfestival, em Breda (Holanda).  O convite, desta vez, veio da Frontaal Brewery, para a Dádiva participar da comemoração de aniversário da parceira holandesa em 1/9, e também para somar a um tap takeover no Beer Temple, de Amsterdam, ao lado de duas cervejarias artesanais de brasileiros, sediadas fora do país – a Novo Brazil, de San Diego, e a cigana 4 Islands.

Nos dois eventos, a Dádiva apresentou alguns dos seus melhores rótulos já produzidos: Odonatas 2018 (envelhecidas em barricas de madeira brasileira), Black Mist e Black Mist Maple, Pink Lemonade, as IPA’s Sudden Life e Heartbeat, Point of View – vencedora Country Winner’s no World Beer Awards 2018, It’s a Ship, outra brasilidade com madeira Putumuju, Quatre (linha completa, com Vierge, Blanc, Rouge, Menage), e Don’t Call me Lager, com toda a potência de uma Strong Doppelbock.

A segunda colaborativa da série, uma Imperial Pumpkin Porter, foi produzida também na semana passada, com a equipe da fábrica de Várzea Paulista a postos. Preparem-se! Serão 300 quilos de abóbora para produzir uma cerveja de alto teor alcóolico, que será lançada no mês do Halloween. A Nightmare será o segundo rótulo que a Dádiva produz em parceria com a Mafiosa Cervejaria, de Vinhedo.

Durante esta semana, a Dádiva retoma atividades na Europa com a produção da terceira colab da série, rótulo que fará em parceria com as estrangeiras L’Ermitage, uma nano cervejaria de Bruxelas, a italiana Ca’del Brado, as americanas Boundary e Unity Brewing, e a belga, De Leite. A semana segue com nova produção na casa da Frontaal Brewing, em Breda, a produção de uma sidra com lúpulo na Cervejaria Dádiva em colaboração com a Sina Hard Cider. Na sequência, será a vez da dinamarquesa Amarger receber a Dádiva em casa, em Copenhagen, para a produção da mesma Point of View produzida no Brasil, em janeiro deste ano.  Detalhe: essa colaborativa já nascerá vitoriosa considerando que conseguir 300kg de goiabada na Dinamarca não foi uma tarefa fácil.

Com previsão de chegada à Espanha em 10/9, a Dádiva produzirá uma colaborativa com a cervejaria Bidassoa Brewery e outra em Toledo, com a portuguesa Mean Sardine na casa da espanhola, Domus. Por fim, a última colaborativa da Dádiva na Europa será uma Double IPA com frutas típicas brasileiras – goiaba e maracujá – na cervejaria catalã MontSeny, cervejaria artesanal mais antiga da Espanha, que fica em Tona, a mais ou menos uma hora de viagem de Barcelona.

Para fechar o ciclo, das dez cervejas colaborativas em 30 dias, a última produção acontece no final deste mês em Várzea Paulista, com carioca 2Cabeças, preparando uma RIS com castanha de barú a ser lançada no dia 27/10, no Repense Cerveja 2018, no Rio de Janeiro.

Para Luiza Lugli Tolosa, sócia-fundadora da Dádiva, o projeto, chamado de “10 Colabs em 30 Dias” visa a estreitar o relacionamento da cervejaria com o mercado internacional através da participação em eventos e da produção de novos rótulos participativos, com cervejarias da Bélgica, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Itália e Suécia em tempo recorde. “É a libélula alçando novos voos e encarando novos desafios em outros cantos do mundo”.

Para os ávidos por novidades cervejeiras, a Dádiva já avisa que as cervejas produzidas na Europa serão comercializadas por lá neste primeiro momento, mas nada impede que em breve sejam replicadas aqui no Brasil.

Anúncios

0 comentário em “Dádiva faz tour pela Europa com projeto colaborativo em série

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: