Ações

Projeção na rua Augusta chama atenção para a empregabilidade jovem

SIGA NO INSTAGRAM

O Brasil tem 4,1 milhões de jovens à procura de emprego, segundo levantamento do Ipea. Para chamar atenção para a problemática, a Galena se juntou ao iFood e a Cora para realizar uma intervenção nas ruas de São Paulo. O movimento #SejaPonte dá luz à empregabilidade juvenil e destaca como um olhar diferente da sociedade para o tema pode impactar e conectar toda uma cadeia, desde o jovem até a indústria.

Na altura do número 467 da Rua Augusta, uma importante via arterial da cidade de São Paulo, ligando os Jardins ao Centro da cidade, a startup projetou, na noite de ontem (23), imagens de jovens reais que participaram da primeira turma do projeto, que tem como objetivo impulsionar carreira de ex-estudantes de escola pública. Com os dizeres “Seja Ponte”, a ação teve como intuito indagar as pessoas: o que é ser ponte para você?.

“Além de provocar, queremos ser agentes de uma transformação sistêmica na empregabilidade do País, ser efetivamente a ponte entre o jovem e o mercado de trabalho. Mas para isso precisamos de um pacto coletivo entre pessoas e empresas. Todos precisam assumir uma parcela de responsabilidade com o problema do desemprego entre os jovens”, explica Guilherme Luz, CEO da Galena.

Para gerar ainda mais visibilidade ao projeto, um time de influenciadores se juntou à causa, replicando nas redes sociais a iniciativa. Participaram do movimento #SejaPonte o blogayrinho de favela, Valter Rege, o grupo de fotografia urbana Cidade Cinza, e os creators Bernardo Silva, Leonardo Azevedo, Lana Larson.

Para trazer o movimento para a realidade dos jovens impactados pelo projeto, os participantes da primeira turma da Galena, finalizada em agosto deste ano e já 100% contratada por grandes empresas, também movimentaram as redes sociais – criando a ponte com seus amigos e colegas. “Fui um dos impactados por essa ponte liderada pela Galena e posso afirmar que foi fundamental para a formação que tenho hoje. Estou com todo o gás e me sentindo preparado para entrar no mercado de trabalho”, diz Nicolas da Rocha Luiz, de 22 anos.

“Nosso intuito é fomentar a auto responsabilização em diferentes atores, desde o jovem, que pode indicar o programa para um amigo e compartilhar nas redes sociais, o funcionário do Recursos Humanos, que tem a possibilidade de fazer diferente na empresa onde trabalha, ou a chefe de família, que tem a chance de comentar sobre a iniciativa com os filhos, por exemplo”, complementa Luz.

A Galena já empregou 60 jovens em vagas com contratação CLT e salários superiores a R$2 mil. As vagas para a segunda turma do programa de Vendas & Sucesso do Cliente do projeto seguem abertas, com inscrições até dia 30 de setembro através do site da edtech. Para participar, só é necessário a conclusão do segundo grau na rede pública de ensino, sem exigências como inglês, curso técnico ou experiência. A candidatura pode ser realizada através do site https://galena.com/.

SIGA NO INSTAGRAM

0 comentário em “Projeção na rua Augusta chama atenção para a empregabilidade jovem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: